Morador de rua faz crochê para sobreviver usando ferramentas feitas por ele mesmo

Morador de rua faz crochê para sobreviver usando ferramentas feitas por ele mesmo

Morador de rua faz crochê para sobreviver usando ferramentas feitas por ele mesmo

Já vimos aqui no blog vários artigos interessantes sobre crochê. Vimos o da família que faz miniaturas de animais e da mulher que faz esculturas de pessoas em tamanho real. Mas este agora é bastante inspirador: um morador de rua faz crochê para sobreviver usando ferramentas feitas por ele mesmo.

Morador de rua faz crochê para sobreviver

Clayton usa de uma criatividade sem igual para sobreviver no centro de Belo Horizonte. Artista batalhador e muito conhecido na Rua Timbiras, disse que o crochê o ajudou a superar muitas dificuldades.

Por ser bem criativo e cuidadoso, ele fez sozinho suas próprias agulhas e um suporte para girar o carretel de linha. Tudo para tornar seu trabalho mais produtivo. Essa atividade além de garantir renda para Clayton, também evita que ele “caia nas tentações que a rua oferece”, em suas próprias palavras. 

O artista já é bastante conhecido no bairro, onde vende toalhas de mesa, panos de prato, cortinas e roupas. Para divulgar o seu trabalho, ele fez um catálogo para aumentar suas encomendas. 

Por causa da sua dedicação, Clayton é bem elogiado por suas clientes. Uma delas disse: “Clayton é muito caprichoso. Minha sobrinha tem um biquíni lindo feito por ele”. 

Veja também essa deficiente visual que faz crochê sem agulha

Por meio da sua atividade criativa, o artista aprendeu a lidar com as adversidades, e hoje exibe com orgulho seu trabalho honesto. Realmente, ele parece ser bastante habilidoso com as agulhas! Que ele tenha muito sucesso com seu belo trabalho.

Envie seu comentário